x

Oftalmo Estância - Clínica de olhos


Presbiopia ou vista cansada: o que acontece na visão aos 40 anos de idade?

Presbiopia ou vista cansada: o que acontece na visão aos 40 anos de idade?

A presbíteriopia, presbiopia ou vista cansada é um problema de visão que aparece em torno dos 40 anos de idade e causa transtornos visuais em algumas pessoas. ?? considerada parte da fisiologia normal do envelhecimento do olho humano, não podendo ser confundida com doença ocular, pois não é decorrente de algum problema anatômico ou lesões oculares prévias.

O que acontece nessa fase da vida é uma perda da capacidade do nosso sistema muscular intraocular de alterar a forma do cristalino com vista a focalizar objetos próximos do nosso rosto (aproximadamente 33 a 40 cm de distância).

Quais são os sintomas da presbiopia?

A pessoa com presbiopia começa a ter dificuldade em ler bula de remédios, ver os rótulos de produtos no supermercado, enfiar a linha na agulha para costurar, etc. Mesmo quem nunca usou óculos ao chegar na idade de 40 anos começa a sentir necessidade de correção visual nessas situações, mesmo tendo a visão de longe preservada.

Nesses casos, está indicado o uso dos óculos apenas nas situações que envolvem o foco próximo, podendo se lançar mão dos óculos de visão simples com correção para perto ou óculos multifocais, com grau somente na região inferior da lente, espaço destinado para a leitura.

Tenho 40 anos e não preciso dos óculos para ler, inclusive eles me atrapalham. O que pode ser?

Em geral as pessoas míopes conseguem ler e ter uma visão boa de perto até depois dos 40 anos, sendo essa capacidade proporcional à quantidade de miopia que a pessoa tem. Sendo assim, o adulto míope usa os óculos apenas para a distância, retirando para leitura de perto.

Isso ocorre até um determinado momento quando ele não consegue mais focalizar de perto, iniciando então o uso das lentes multifocais.

Tenho diabetes e as vezes consigo ler sem óculos. Isso é melhora da presbiopia?

Existe o fenômeno de miopização causado pelo aumento da glicose no sangue, ocasionando um borramento da visão para longe e facilitando a leitura nos pacientes diabéticos. Assim que a glicemia volta ao normal, algumas pessoas percebem uma melhora na visão de longe, porém o olho apresenta alterações estruturais e funcionais ainda por um bom tempo após o pico de glicose.

Por conta disso quem tem diabetes deve procurar marcar a sua revisão com oftalmologista apenas quando tiverem com a glicose controlada por 3 meses consecutivos, para assegurar um exame fiel às condições oculares normais da pessoa.

Outro fenômeno bastante comum e natural que acontece nos pacientes idosos é que o surgimento da catarata acaba causando uma miopia no olho, facilitando a visão de perto e permitindo as vezes a leitura sem uso de óculos. ?? por isso que muitas vezes nos surpreendemos com pessoas de idade que conseguem ler sem óculos, cozinhar, costurar etc.

Em geral a visão de longe dessas pessoas se formos medir em consultório já está comprometida, estando indicada a cirurgia de catarata no caso de estar atrapalhando a rotina de vida diária.

??culos prontos para leitura prejudicam a visão?

Não necessariamente, se você não apresentar nenhum outro defeito visual como miopia ou astigmatismo, porém o ideal é fazer uma consulta médica antes e descobrir qual seu grau exato, para evitar supercorrigir o grau para perto. Isso sim poderá enfraquecer seus olhos.

Além de definir o grau do paciente, na consulta médica é possível saber se os seus olhos estão saudáveis, se não existem outras doenças como glaucoma ou retinopatias por exemplo, e garantir uma boa visão até o fim da vida.

Gostou das informações?


Saiba mais sobre a Dra. Daniela Roehe

  • Natural de Porto Alegre / RS
  • Médica formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul / UFRGS (1999)
  • Residência médica em Oftalmologia no Hospital Banco de Olhos de Porto Alegre
  • Especialização em Cirurgia de Catarata e Segmento Anterior no Hospital de Olhos do Paraná
  • Especialização em Glaucoma no Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Especialização em Córnea no Hospital de Olhos de Pernambuco
  • Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia
  • Sócio Titular da Sociedade Brasileira de Lentes de Contato e Córnea
  • Sócio da Sociedade Brasileira de Glaucoma
  • Clique aqui e Veja meu Currículo Lattes!
Dra. Daniela Roehe