x

Oftalmo Estância - Clínica de olhos


O excesso de peso e suas consequências para a visão

O excesso de peso e suas consequências para a visão

Você está com sobrepeso? Conhece alguém que está? O verão se aproxima, e logo nós começamos a nos preocupar com isso. Porém, no campo da oftalmologia, a preocupação com isso é o ano todo! E não é por conta de estética, não.

Nos preocupamos com a sua visão, e o dano que ela pode ter devido ao surgimento de doenças secundárias ao sobrepeso. Uma das causas mais comuns do diabetes, por exemplo, é o excesso de peso. Dentre os países com a maior prevalência de diabetes, o Brasil ocupa o 4º lugar, totalizando cerca de 13,7 milhões de brasileiros, sendo que muitos ainda não foram diagnosticados.

A retinopatia causada pelo diabetes é a principal causa de cegueira adquirida, afetando em torno de 35% a 40% dos diabéticos, chegando a estar presente, após 20 anos de doença, em cerca de 90% dos pacientes com Diabetes Melittus tipo 1 e em aproximadamente 60% dos pacientes com Diabetes Melittus tipo 2.

x

O risco de cegueira pelo diabetes pode ser reduzido a porcentagens inferiores a 5% quando o diagnóstico é realizado em tempo adequado e o manejo é efetuado corretamente.

Portanto, recomenda-se que o primeiro exame do fundo de olho no diabético do tipo 2 seja realizado logo após o diagnóstico, pois normalmente não se pode definir precisamente quando o Diabetes Melittus foi instalado e a retinopatia já pode estar presente. Já nos diabéticos tipo 1, o primeiro exame pode ser realizado após a puberdade ou cinco anos após o diagnóstico, visto que a Retinopatia Diabética dificilmente é observada antes desse período.

x

Oriente o diabético que você conhece a realizar o exame de fundo de olho.

Além do diabetes, a Hipertensão Arterial Sistêmica, as doenças reumáticas, doenças cardíacas, tumores e distúrbios do metabolismo dos lipídios podem causar alterações oculares e consequentemente piora visual. Por isso insistimos tanto no autocuidado com a alimentação e prática de atividade física regular, pois somos um todo: quando nosso corpo não está bem, nossos olhos também não irão funcionar da melhor forma.

Consulte regularmente um médico para lhe orientar nessas bases, e acompanhar sua evolução!


Saiba mais sobre a Dra. Daniela Roehe

  • Natural de Porto Alegre / RS
  • Médica formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul / UFRGS (1999)
  • Residência médica em Oftalmologia no Hospital Banco de Olhos de Porto Alegre
  • Especialização em Cirurgia de Catarata e Segmento Anterior no Hospital de Olhos do Paraná
  • Especialização em Glaucoma no Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Especialização em Córnea no Hospital de Olhos de Pernambuco
  • Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia
  • Sócio Titular da Sociedade Brasileira de Lentes de Contato e Córnea
  • Sócio da Sociedade Brasileira de Glaucoma
  • Clique aqui e Veja meu Currículo Lattes!
Dra. Daniela Roehe